Rails Girls Tutorial de uma aplicação turística para Autistas

Criado por Myriam Leggieri, @iammyr para Rails Girls Galway

Traduzido por Luiz Santos, @santosluiz

Este tutorial mescla, adapta e extende alguns dos guias básicos do RailsGirls para o cenário de: descrever, exibir e comentar locais turísticos e avaliá-los com o autismo amigável. Esta aplicação foi solicitada por Galway Autism Partnership para ajudar autistas adultos em suas viagens.

A extensão é composta de novas funcionalidades:

Os tutoriais básicos que foram mesclados e adaptados são: Tutorial Ruby on Rails, App RailsGirls e o tutorial para criação de thumbnails, autenticando usuários, adicionando um design, implementando com o OpenShift e adicionando comentários.

0. Instalação

Certifique-se de que você possui o Rails e o Git instalados. Siga o tutorial de instação, em seguinda Instale o Git. Então, configure o GitHub inserindo estes comandos no terminal:

$ git config --global user.name "Seu Nome"
$ git config --global user.email seu.email@example.com

Etapas de configuração do GitHub.

Crie uma conta grátis no GitHub, caso você ainda não possua uma.

1. Aplicação Web Básica

2. Controle de versão com Git

3. Modelagem de Recursos

4. Avaliação de Recursos

5. Design

6. Upload de imagens e Thumbnails

Opcional - para Garotas Rails avançadas:

7. Implatanção Contínua

8.Teste e Integração Contínua

Tutoriais Adicionais

Anexo

Desfazendo Coisas

O Rails possui ferramentas que facilitam bastante a recuperação de erros.

Por exemplo, você pode decidir alterar o nome do controller. Uma vez que, ao gerar o controller, o Rails cria muito mais arquivos que o controller. Desfazer essa operação, significa a remoção de um conjunto de arquivos. No Rails, isso pode ser feito com o rails destroy. Em particular, estes dois comandos cancelam um ao outro:

  $ rails generate controller FooBars baz quux
$ rails destroy controller FooBars baz quux

De uma forma análoga, depois geramos um modelo assim:

  $ rails generate model Foo bar:string baz:integer

Isso pode ser desfeito utilinzado:

  $ rails destroy model Foo

As migrações alteram o estado do banco de dados:

  $ rake db:migrate

Podemos desfazer uma única migração utilizando:

  $ rake db:rollback

Para voltar ao início, basta inserir:

  $ rake db:migrate VERSION=0

Como você pode imaginar, substituindo o 0 por qualquer outro número, vai fazer com que a migração ocorra para aquela versão. Onde os números de versão listam as migrações sequencialmente.

Para apagar a table do banco de dados, digite:

  $ rails console

Então, basta inserir o comando:

  ActiveRecord::Migration.drop_table(:<table-name>)

Você pode acessar o banco de dados diretamente (caso seja sqlite3, digite “.quit” para sair), utilizando:

  $ rails db