Test Driven Development

Escrito por Gregory McIntyre, @gregmcintyre

*Traduzido por Marina Limeira, @marinalimeira_

Este exercício objetiva em te ensinar sobre o que nós estamos falando quando dizemos Test Driven Development (TDD).

Background information

Numerais Romanos

Se você não está familiar com números Romanos, por favor leia como números romanos funcionam antes de continuar.

Em resumo, aqui estão alguns exemplos de como romanos escrevem números:

Hindu-Arábico Romano
1 I
4 IIII (or IV)
5 V
6 VI
7 VII
9 VIIII (or IX)
10 X
50 L
100 C
500 D
1000 M

Nós iremos escrever um programa que recebe um valor inteiro na coluna esquerda e calcula o valor na string equivalente na coluna direita. Se nós finalizarmos isto, iremos então fazer a subtração de dígitos como em IV.

Guia para trabalhar em grupo

Nós encorajamos fazer este exercícios em um grupo de 2-4 pessoas. As regras que governam como isto funcionam são muito similares a como programadores fazem programação em par e este exercício tem a intenção de te dar alguma exposição a esta prática.

Coach: Explique como programação em par pode ser útil.

1. Código inicial

Copie este código em um arquivo chamado roman.rb:

def roman(n)
return "?"
end

require "minitest/spec"
require "minitest/autorun"

describe "roman" do
it "converte o número 1 na string I" do
roman(1).must_equal "I"
end
end

Rode seus testes

Se você utiliza Sublime Text no Linux, OSX Mavericks (ou superior) ou Windows, você pode rodar os testes pressionando Ctrl+B. Caso contrário, você pode digitar o seguinte no seu terminal:

ruby roman.rb

Saída

Você deverá ver a seguinte saída dos testes:

roman#test_0001_converte o número 1 na string I [tdd1.rb:11]:
Expected: "I"
Actual: "?"

1 tests, 1 assertions, 1 failures, 0 errors, 0 skips

Reserve um momento para ler esta saída com cuidado. Há bastante informação.

Seus teste agora estão vermelhos, ou seja, um ou mais testes estão falhando. Você pode perceber que você possui um teste falhando checando o resumo no final: 1 tests, 1 assertions, 1 failures, 0 errors, 0 skips.

Levante-se e de o comando a próxima pessoa.

Coach: Explique como TDD pode ser útil

2. Faça o teste passar

Agora é hora de fazer o teste passar. Faça como você achar melhor. Está bem se a mudança é apenas uma condição extra if ou um caractere. De fato, isso é encorajado: você geralmente não deveria escrever código desnecessário. Se você está preso, você pode pedir a opinião de pessoas próximas.

Here is a way that you could make the first test pass, just to get you into the swing of things:

def roman(n)
return "I"
end

If this seems facetious, you’re right but it is a valid solution because it makes all the tests pass. When your tests all pass, we call them green.

3. Refatore seu código

Look over the code and decide if it’s a good idea to refactor it (clean up the code and make it easier to read). If you decide to not to refactor, skip this step.

Dica: É uma boa hora para refatorar quando você notar repetição. Se você preferir, pode também refatorar os testes.

Rode seus testes após refatorar. Se eles falharem, você acidentalmente quebrou alguma coisa.

Coach: Explique como focar em algo pequeno o suficiente para testar pode ser útil.

4. Escreva um novo teste que falha

If you all agree that the code should work in general, and you can’t think of any more cases to test and everything passes, you can stop here. You win!

Otherwise, your last job in the hot seat is to write a new test. We currently have a test that checks that the number one is turned into an "I", but we need more tests to verify that all other numbers convert as expected. When you add a new test for another number, be sure to run the tests to find your test fail. If you’re stuck, there are somesuggestions at the bottom of this page.

Você pode copiar e colar o teste anterior e alterá-lo. Você pode altera-lo para ser o que você quiser. Seus testes deverão p

You can copy and paste the previous test and alter it. You can change it to be anything you like. Your tests should probably test the next trickiest situation, but if you feel like going back and adding a simpler case, that’s fine too as long as it fails.

The other members of the group can chime in and ask questions or spot problems for you.

Aqui está um exemplo de como expandir seus casos de teste:

describe "roman" do
it "converte o número 1 na string I" do
roman(1).must_equal "I"
end

it "converte o número 2 na string II" do
roman(2).must_equal "II"
end
end

Seus testes agora estão vermelhos de novo; ao menos um está falhando.

Stand up and offer the hot seat to the next person in your group.

Repita!

Keep repeating steps 2 through 4, making sure to continue switching at the end of step 4. You are done when your team feels like they are done.

Don’t worry about finishing all cases. The goal is to practice the steps and learn to work together in this way. Get used to writing tests as well as getting them to pass. Practice. Good luck!

Dicas

Se você está sem ideias, aqui está uma lista de numerais romanos para escrever casos de teste, nesta ordem. Note a maneira que a complexidade aumenta.

Entrada Saída
1 "I"
5 "V"
4 "IIII"
6 "VI"
7 "VII"
10 "X"

If you get this far, you earn partial credit. Romans used to use IIII for 4. That’s why 4 on an analog watch is written as IIII. Later on, they added subtractive digits. These are harder to program. Once you feel confident that your program works with all the numbers above, try dealing with subtractive digits.

Entrada Saída
4 "IV"
14 "XIV"
2896 "MMDCCCXCVI"